Pix entra em pleno funcionamento nesta segunda-feira(16)

A fase de pleno funcionamento do Pix, o novo serviço de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central, começa na segunda-feira (16). Até agora, clientes selecionados pelos operadores do sistema já tiveram acesso ao sistema, em uma fase prévia que começou no dia 3 de novembro.

O recebimento de transações – seja por inserção manual de dados, seja pela chave Pix – estará disponível para todos os clientes que possuam conta transacional nas instituições habilitadas. O vínculo pode ser de conta corrente, poupança ou de pagamento pré-pago. Contas-salário não poderão fazer uso do Pix. O serviço vai funcionar 24 horas por dia, incluindo finais de semana e feriados.

O que é o Pix?

O Pix é um meio de pagamento instantâneo que tem a mesma função de uma TED, DOC ou boleto. A diferença é que este novo meio de pagamento permite que a transferência do dinheiro seja realizada em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, a qualquer hora.

Como fazer cadastro no Pix

O cadastro para utilização do Pix poderá ser realizado por meio de um dos canais de acesso da instituição em que você possui conta, inclusive aplicativo instalado no smartphone. Até a sexta-feira (13), 762 instituições foram aprovadas para participar do sistema.

Para o registro, o cliente terá de confirmar a posse da chave (número de CPF ou de celular, um endereço de e-mail ou até mesmo uma combinação escolhida pelo usuário) e vinculá-la a uma conta para recebimento dos recursos.

Desta forma, será preciso apenas informar a chave do Pix para receber uma transferência, sem precisar passar o número de agência e conta e CPF, dados necessários para transações convencionais realizadas pelos bancos, como TED e DOC. Outra vantagem do PIX é que ele é gratuito entre pessoas físicas.

Com Assessoria