Bolsonaro: Trump ‘não é a pessoa mais importante do mundo’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (6), em Florianópolis (SC), que Donald Trump “não é a pessoa mais importante do mundo”. Nesta manhã, o democrata Joe Biden passou o republicano em mais dois estados considerados chave para definir quem será o próximo presidente dos Estados Unidos.

“Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo diz. A pessoa mais importante é Deus, a humildade tem que se fazer presente entre nós”, disse.

Bolsonaro torce pela reeleição de Trump. As projeções da imprensa americana, entretanto, têm apontado que Biden está mais próximo de vencer a disputa.

O democrata lidera em 3 dos 5 estados ainda em aberto – Georgia, Nevada e Pensilvânia. Se vencer em qualquer um desses 3, atinge os 270 votos no Colégio Eleitoral necessários para ser sagrado o novo presidente dos EUA.

Para conseguir se reeleger, Trump precisa reverter o resultado nos três estados e ainda ganhar na Carolina do Norte.

Sem citar os números, Bolsonaro afirmou ainda que assiste ao que acontece “na política externa” e que “em certos momentos somente uma coisa nos interessa e encoraja e nos fortalece, é Deus sempre acima de tudo.”

Presidente Bolsonaro fez discurso curto durante evento em Florianópolis e falou sobre Estados Unidos — Foto: Diorgenes Pandini/ NSC

Presidente Bolsonaro fez discurso curto durante evento em Florianópolis e falou sobre Estados Unidos — Foto: Diorgenes Pandini/ NSC

Visita

A afirmação foi feita durante formatura de 650 agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o da Justiça, André Mendonça, integram a comitiva. A governadora interina do Estado, Daniela Reinehr (sem partido), recepcionou o grupo logo que chegaram. Todos estão sem máscara de proteção contra a Covid-19 – o uso do item é obrigatório na cidade.

De lá, foi em comboio terrestre até a Universidade Corporativa (UNIPRF), localizada no bairro Vargem Pequena, no Norte da Ilha. O trânsito teve pequenas interrupções.

Houve aglomeração na porta do evento, onde Bolsonaro passou, cumprimentou e abraçou apoiadores que o esperavam. Já do lado de dentro, as três arquibancadas ficaram lotadas com convidados. Bolsonaro cumpriu a agenda no estado e agora segue para o Paraná, onde vai participar da inauguração de uma pequena central hidrelétrica.

No fim do evento, Bolsonaro fez flexões com os agentes  — Foto: Diorgenes Pandini/ NSC

No fim do evento, Bolsonaro fez flexões com os agentes — Foto: Diorgenes Pandini/ NSC

A Grande Florianópolis entrou para o risco gravíssimo para a Covid-19 nesta semana e não pode receber eventos, segundo decreto do governo. A capital é a cidade com mais casos ativos no Estado.

Professores e servidores da PRF, além dos alunos e acompanhantes participam do evento. A polícia afirmou que foram adotados protocolos rígidos de segurança para prevenir a transmissão do coronavírus. Não será feito baile de formatura. O curso de policiais começou em julho e durou 16 semanas.(Com informações do G1)