Mato Grosso já vendeu 95% da safra de milho atual, 54% do ciclo 20/21 e já adiantou 2% para safra 21/22

 

O Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgou relatório apontando que os produtores do estado avançaram com a comercialização do milho para a safra atual, chegando próximo da totalidade, para o próximo ciclo 2020/21 e até mesmo para a safra 2021/22.

De acordo com o levantamento do Instituto, as vendas da safra 2019/20 avançaram 2,23 pontos percentuais no comparativo mensal para chegar em 95,17%, índice 4,67 pontos percentuais acima da média dos últimos cinco anos.

Já a safra 2020/21 apresentou crescimento de 3,77 pontos percentuais em comparação à agosto e ficou em 54,69%, patamar 12,80 pontos percentuais a frente da safra passada e 22,55 maior do que a média dos últimos cinco anos.

Até mesmo vendas para a safra 2021/22 já acontecem no estado, com 2,03% da produção que será colhida daqui à dois anos já tendo sido comercializada, o que configura uma antecipação recorde nos negócios para o período.

“O preço médio comercializado foi estimado em R$ 46,74/sc, elevação de 16,57% se comparado ao do último relatório. O cenário positivo dos preços refletiu na disposição dos produtores em negociar sua produção futura”, explica o Imea.

Já o valor do milho disponível no Mato Grosso se elevou 3,12% na semana, sendo cotado à R$ 53,00 a saca.

Com Notícias  Agrícolas