Sem citar Brasil, Papa lamenta país que tem 1 morte/minuto

Pontífice mostrou preocupação com avanço da Covid na America Latina

O papa Francisco lamentou , durante a oração do Angelus, as mortes pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) na América Latina e, sem citar o nome do Brasil, destacou a gravidade da situação sanitária no país.

Ao falar que o pico mais agudo da pandemia foi superado pela Itália, o Pontífice destacou que “infelizmente, em outros países, o vírus ainda está fazendo muitas vítimas”.”Na última sexta-feira, em um país, houve uma morte por minuto! Terrível”, disse o líder católico em uma referência aos casos registrados no país. Naquele momento, o Brasil tinha 35.026 mortes confirmadas e 645.771 casos.

Francisco ainda falou que a América Latina agora é o epicentro da pandemia de Covid-19 e rezou para todos os que sofrem com a doença.

 “Desejo exprimir a minha proximidade àquelas populações, aos doentes e aos seus familiares, e a todos aqueles que estão buscando uma cura. Com a nossa oração, vamos avançar”, pontuou.
Com Agencias