Bolsonaro volta a criticar isolamento social adotado por Estados

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que não pode resolver o isolamento adotado por Estados para frear a disseminação da covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, e afirmou que as pessoas estão chegando no limite no país.

Ao conversar com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou ainda que não pode “resolver tudo sozinho” e que o país só não está em crise graças à ajuda emergencial de 600 reais dada pelo governo a informais.

 Ao ouvir apelos para interferir na situação nos Estados, Bolsonaro disse aos apoiadores que os eleitores devem se preparar melhor para votar.
Da Redação  com Agencias