Bolsonaro convoca reunião com todos os ministros nesta segunda-feira (6). Confira outras informações na coluna JPM de hoje

EXPECTATIVA

De acordo com fontes palacianas, todos os 22 ministros e representantes de outros órgãos do governo federal foram convocados pelo presidente Jair Bolsonaro para participar de uma reunião no Palácio do Planalto na tarde desta segunda-feira (6). O encontro está marcado para 17h, horário em que ocorre, geralmente, entrevista coletiva chefiada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, sobre as ações de enfrentamento ao coronavírus.

CANETADA

Mesmo com o choque de horários, até o momento, a coletiva não foi cancelada. No domingo, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente afirmou que algumas pessoas do seu governo “falam pelos cotovelos” e que poderá usar a caneta contra eles, mas a hora “não chegou ainda”.

Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 6, que participará de uma reunião sobre isolamento social pela manhã. Em resposta a um apoiador na saída do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou, sem entrar em detalhes: “Eu tenho às 9h uma reunião sobre esse assunto”.

SEM CONFRONTO

A coluna apurou que  as cúpulas  do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF) procuram escapar de um embate institucional com o presidente Bolsonaro, neste momento, para não atiçar as alas mais radicais . Embora Bolsonaro esteja sendo muito criticado pela atuação na crise do novo coronavírus, por comparar a covid-19 a uma “gripezinha” e por pregar a volta ao trabalho em meio à necessidade de isolamento social, ministros do STF e parlamentares não querem alimentar um cabo de guerra.

 

 

TOFFOLI

Nesta segunda-feira (6), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli disse ser contra qualquer tipo de punição às pessoas que descumpram medidas de isolamento social impostas pelas autoridades públicas em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

ASPAS

“Não é necessário fazer nenhum tipo de penalização”, afirmou o ministro durante um seminário online promovido pela consultoria Arko Advice. “Melhor do que você pegar uma pessoa para estabelecer uma multa de R$ 1 mil, R$ 2 mil, é a pessoa ter consciência de que neste momento tem que ser solidária para evitar um impacto no sistema de saúde”, acrescentou Toffoli.

 

 

CORDA BAMBA

Comentários aqui em Brasilia, dão conta de que a sentença sobre o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e sua equipe foi ditada ontem de manhã pelo presidente Jair Bolsonaro: “Estão se achando. Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas. Falam pelos cotovelos. Têm provocações. A hora deles não chegou ainda, mas vai chegar. A minha caneta funciona.” Já tem ruídos a na Esplanada dos Ministérios que a demissão ocorrerá a qualquer momento.hoje.

POSSIBILIDADE

Aposta de lideranças: ministros costumam ser demitidos por omissão. Mandetta sairá por excesso de tempo nas entrevistas coletivas em que expõe relatórios e dá orientações à população. Para piorar o quadro, contestando a linha de Bolsonaro.

INFORMAÇÃO

Pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira (06) pelo jornal Folha de S.Paulo questionou a população sobre as medidas de isolamento impostas pelas autoridades para conter o avanço do coronavírus.Segundo o levantamento 76% dos brasileiros acreditam que o mais importante neste momento é deixar as pessoas em casa. 18% querem acabar com o isolamento, e 6% não sabe. O instituto entrevistou, por telefone, 1.511 pessoas entre os dias 1º e 3 de abril. A margem de erro da pesquisa é de três pontos.

SOS ADIADO

A sessão virtual da Câmara dos Deputados agendada para esta segunda-feira (6) pela manhã foi adiada para a terça-feira (7) às 10 horas. Na pauta está o projeto de socorro aos Estados, chamado de Plano Mansueto. Na sexta-feira, o plenário aprovou a urgência do projeto por 440 votos a favor e 15 contra.

PREVENÇÃO

Finalmente uma boa notícia…A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o governo deve antecipar o Plano Safra neste ano para ajuda os agricultores brasileiros que tomam esses recursos, em meio a temores com menor oferta de crédito para a futura safra devido ao cenário econômico que se encontra complicado por conta do coronavírus.

 

 

AUMENTO

De acordo com o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liqüefeito de Petróleo (Sindigás), Sérgio Bandeira de Mello, houve um aumento “surpreendente e inesperado” na procura por botijões de gás, da ordem de 25% nos últimos 10 dias de março, comparado ao mesmo período do ano passado.

PESQUISA

Corajosos ou bajuladores? As opiniões se dividem sobre a visibilidade valiosa que José Luiz Datena (Brasil UrgenteBand), Ratinho (Programa do RatinhoSBT) e Sikêra Jr. (Alerta NacionalRedeTV!) oferecem a Jair Bolsonaro. Eles estão entre os poucos apresentadores com audiência relevante que manifestam algum apoio ao presidente.