Júpiter teria ‘engolido’ outro planeta grande, alegam cientistas

Astrônomos estão sugerindo que, há cerca de 4,5 bilhões de anos, Júpiter absorveu outro protoplaneta durante uma colisão, anos antes da formação do nosso Sistema Solar, escreve Science News.

De acordo com a publicação, a hipótese de absorção de outro protoplaneta por Júpiter poderia finalmente explicar por que o núcleo do planeta é tão difuso e fragmentado e, obviamente, jogar luz sobre juventude do nosso Sistema Solar.

Astrônomos do Japão, China, Suíça e EUA usaram dados da sonda Juno da NASA para investigar a estrutura e composição de Júpiter, e decidiram testar outras possíveis explicações de como o núcleo de Júpiter se tornou tão difuso, observando as possibilidades da erosão gradual causada por ventos de alta velocidade ou pela presença de gás dentro do núcleo desde o início.

Características únicas

No entanto, as profundezas de Júpiter não correspondem ao quadro apresentado. Os pesquisadores analisaram os dados obtidos pela sonda espacial Juno, que estudou o campo gravitacional do planeta para obter informações sobre a estrutura interna e a composição do gigante gasoso.

Segundo estudo, a “desfocagem” do núcleo pode ser melhor explicada pela colisão de Júpiter com outro grande corpo celeste nos estágios iniciais de formação do Sistema Solar.

Um impacto frente a frente poderia ter destruído o núcleo originalmente compacto e misturado elementos pesados com gases.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *