GDF revitaliza escola bilíngue para atender até mil estudantes surdos

A Secretaria de Educação do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria de Educação Inclusiva e Integral, vai revitalizar uma área de 72 mil m² no Setor de Grandes Áreas Sul 912. No local, irá funcionar a nova Escola Bilíngue Libras e Português Escrito do Plano Piloto, criada por meio da Portaria nº 120 de 5 de abril de 2019 publicada no Diário Oficial do DF em 8 de abril.

A previsão é de que a instituição, quando estiver reformada e ampliada, tenha capacidade para atender até mil estudantes surdos, desde a educação linguística precoce (de 0 a 3 anos) até o fim do ensino médio, além dos três segmentos da educação de jovens e adultos (EJA).

No espaço da 912 Sul há quatro prédios térreos, duas piscinas – uma infantil e outra olímpica – e campos de futebol, dentre outros equipamentos esportivos. A primeira parte dos reparos tem previsão de começar em agosto e deve ficar pronta já no início do próximo ano letivo para iniciar o atendimento.

A perda da audição, de acordo com estudo recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), atinge cerca de 360 milhões de pessoas no mundo, entre estes, dois milhões de crianças menores de 15 anos. Exposição ao ruído excessivo, lesões no ouvido ou na cabeça, envelhecimento, medicamentos e fatores genéticos estão entre as causas mais comuns.

Da Redação com Agência Brasília