FAB faz buscas em imóvel funcional na Asa Sul de militar preso com drogas

Militar preso com 39 quilos de cocaína

Um imóvel funcional localizado na Asa Sul, em Brasília, Distrito Federal, ocupado pelo segundo sargento Manoel Silva Rodrigues foi vistoriado nessa segunda-feira (01.07) por militares da Força Aérea Brasileira (FAB). Manoel  fazia parte da comitiva do presidente Jair Bolsonaro em viagem ao Japão e foi preso no aeroporto da Espanha por transportar 39 quilos de cocaína na bagagem.

A diligências no apartamento foram autorizadas pela Justiça Militar. O resultado da operação está sob sigilo e, por isso, a instituição não informou se algo foi apreendido. O militar tinha direito a um imóvel funcional, mas o sargento não morava no apartamento cedido pelo governo. Ele vivia em Taguatinga, a 30 quilômetros do centro da capital.

O militar foi detido em 25 de junho, na cidade de Sevilha, ao desembarcar do avião da FAB. Ele fazia parte da comitiva do que acompanhou o presidente Bolsonaro à reunião da cúpula de líderes do G20, grupo que reúne as 20 principais economias do mundo

Além do inquérito policial militar aberto para investigar o suposto tráfico de drogas, a FAB também abriu um processo administrativo para apurar possíveis irregularidades no uso do imóvel funcional. No entanto, a Força Aérea também não deu detalhes sobre esse processo.

Com informações do G1