MT: Desembargador quer nova eleição para Senado. Selma Arruda pode ser cassada

O relator da ação que tramita no TRE e acusa a senadora Selma Arruda (PSL) de ter praticado Caixa 2, durante as eleições em 2018, o desembargador Pedro Sakamoto, pedirá, em seu voto, no julgamento  da parlamentar marcado para o próximo dia 9, a cassação do mandato da ex-juíza.

Ele também quer impedir Selma de ingressar na política e concorrer as eleições por oito anos, além de solicitar a realização de uma nova eleição ao Senado em Mato Grosso.

Fonte Única News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *