Juan Guaidó chega a Brasília para encontro com Bolsonaro nesta quinta

Após o encontro com Bolsonaro, o venezuelano será recebido pelo chanceler Ernesto Araújo no Palácio do Itamaraty, onde deverá fazer um pronunciamento à imprensa brasileira.
O plano do líder opositor é fazer uma visita de agradecimento a Bolsonaro e conversar sobre temas relacionados a uma possível transição no país sul-americano em crise. O Brasil, junto à Colômbia e com coordenação dos EUA, ajudou na tentativa frustrada de entrada de ajuda humanitária no país vizinho.​
A embaixadora encarregada por Guaidó no Brasil, María Teresa Belandria, disse que o líder da oposição também será recebido “por numerosos representantes das delegações diplomáticas presentes em Brasília que o reconheceram como o legítimo presidente interino da Venezuela”.
Os países que não reconhecem o presidente Nicolás Maduro alegam que sua reeleição foi fraudulenta. Diante dese cenário, Guaidó, presidente da Assembleia Nacional, se proclamou em 23 de janeiro como presidente interino.
Os Estados Unidos submeterão a votação no Conselho de Segurança da ONU nesta quinta-feira um projeto de resolução que exige eleições presidenciais na Venezuela e a entrada “sem exigências” da ajuda humanitária com alimentos e remédios.
Contudo, o chanceler chavista Jorge Arreaza pediu nesta quarta-feira uma reunião entre Maduro e Trump, mas o vice-presidente americano, Mike Pence, rechaçou essa possibilidade. “A única coisa para ser discutida com Maduro neste momento é a hora e a data de sua saída”, escreveu Pence no Twitter.
Fonte: Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *