durante o recesso parlamentar para aprovar projetos que o emedebista considera emergenciais. Entre as propostas que serão encaminhadas ao Legislativo estão a criação das administrações regionais no Sol Nascente, Arniqueiras e Arapoanga; a expansão do modelo de gestão do Instituto Hospital de Base (IHB) para outras unidades, a redução da alíquotas de impostos como o IPVA e ICMS, e renegociação de dívidas.

O governador também quer aprovar a gratificação de R$ 2,5 mil para policiais civis inativos que retornarem ao trabalho. A ideia é que os distritais sejam convocados pela presidência da Casa, o que não traria nenhuma despesa extra aos cofres públicos. Caso a convocação extraordinária parta do Executivo, haverá gastos.

A intenção do Palácio do Buriti é enviar o pacote de medidas à CLDF na próxima semana. A decisão foi tomada após a sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA). O governador sancionou a proposta com vetos e identificou a necessidade de mudanças urgentes. “Se eu vetasse tudo ontem, não teria como atender questões emergenciais”, explicou, se referindo ao aumento do ICMS para a cesta básica

Com informações do Metrópoles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *