Em dia de julgamento sobre racismo, Bolsonaro faz duras críticas ao STF. Confira outras informações na coluna JPM desta terça-feira(28)

 

CRÍTICAS AO STF

 

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, disparou nesta terça-feira, 28, pela manhã, críticas contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e a própria Corte, em visita à Central de Abastecimento do Rio (Ceasa), em Irajá. Bolsonaro chegou a mandar o que chamou de “recado” aos ministros do STF para que respeitem o artigo 53 da Constituição, que diz que “deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”. Nesta terça-feira, o STF vai decidir se tornará Bolsonaro réu por denúncia de racismo.

 

 

CONSTRANGIMENTO
Na próxima quinta-feira (30), o presidente Michel Temer (MDB) deve ir ao Rio de Janeiro para encontrar o comandante do Exército, general Villas Bôas. O general falou na semana passada, em Brasília, que “aparentemente” os militares são os únicos a se engajar na intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.Ainda de acordo com Villas Bôas, muitos enxergam a intervenção de forma errada e que ela não é só militar

 

RECURSO
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta segunda-feira (27) para julgamento um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão do plenário da Corte que negou um habeas corpus antes de ele ser preso, em abril. O recurso, do tipo embargos de declaração, foi pautado, no entanto, para ser julgado em ambiente virtual, quando os ministros do STF podem decidir remotamente sobre uma questão que trate de temas com jurisprudência já consolidada. O julgamento está marcado para ocorrer entre os dias 7 e 13 de setembro.

 

PODE?
O Senado abriu licitação para adquirir 29 toneladas de café em pó. Prevê gastar até R$ 548 mil.Segundo o edital, o produto deve ser do tipo arábica e entregue acondicionado em pacotes de 500 gramas.

 

DEBATE CNA

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Conselho do Agro, que reúne as entidades do setor agropecuário, realizam, no nesta quarta-feira (29)um encontro com os candidatos à presidência da República, na sede da entidade, em Brasília.O evento propiciará um diálogo entre os produtores rurais, as lideranças do setor e os presidenciáveis. Na oportunidade, os candidatos receberão o documento “O Futuro é Agro 2018-2030”, elaborado pelas entidades que integram o Conselho do Agro.

 

DEFESA

Os deputados Pastor Eurico (Patri-PE) e Onyx Lorenzoni (DEM-RS) foram nesta terça-feira (28) ao Supremo Tribunal Federal (STF) prestar depoimento como testemunhas de defesa do deputado e candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ), nas ações penais em que ele é réu por injúria e incitação ao estupro.Com o depoimento dos deputados, os dois processos encaminham-se para seu desfecho, restando apenas o interrogatório de Bolsonaro e as últimas alegações das partes para que o caso possa ter seu julgamento final no Supremo. Isso ocorrerá somente depois que o relator do processo, ministro Luiz Fux, concluir seu voto e o encaminhar aos demais ministros. Bolsonaro foi processado por ofensas dirigidas à deputada Maria do Rosário (PT-RS) em 2014, quando disse que não a estupraria por ela ser “muito feia”

 

NA CALMA
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta terça-feira(28) que o presidente Michel Temer não tem pressa em escolher o nome do novo líder do governo no Senado que vai substituir Romero Jucá (MDB-RR). Segundo Padilha, a decisão será tomada no momento necessário. Ontem (27), Jucá anunciou sua saída da liderança .Na avaliação de Padilha, a saída de Jucá “é uma perda”, mas é compreensível que ele tenho tido que fazer uma opção entre ficar como líder do governo ou ficar como líder daqueles que lhe deram o mandato de senador, se referindo à população de Roraima.

 

DINHEIRO DE CAMPANHA
O balanço das primeiras prestações de contas dos candidatos mostra que empresários e políticos com patrimônio elevado continuam sendo os responsáveis pela quase totalidade do financiamento das campanhas eleitorais.Do total de R$ 45,6 milhões de grandes doações até agora – acima de R$ 300 mil –, 93% saíram do bolso de concorrentes ricos (R$ 30,4 milhões) ou de grandes empresários (R$ 12 milhões). A quantia que determina uma grande doação, acima ou igual a R$ 300 mil, foi estabelecida pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A campanha começou oficialmente em 16 de agosto. Ou seja, os números tendem a crescer muito até o final das eleições, em outubro

 

MP x HADDAD

O Ministério Público de São Paulo ingressou com ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de São Paulo e candidato a vice-presidente na chapa do PT, Fernando Haddad, em que pede a condenação do petista por enriquecimento ilícito e a suspensão de seus direitos políticos, informou o MPSP nesta terça-feira.Na ação com data de segunda-feira, que foi, a promotoria afirma que Haddad “tinha pleno domínio” do pagamento de uma dívida de 3 milhões de reais da campanha de 2012, quando concorreu à prefeitura de São Paulo, com recursos de caixa 2 da empreiteira UTC, o que configura enriquecimento ilícito segundo a Lei de Improbidade uma vez que a dívida de campanha estava atrelada ao ex-prefeito. Haddad rejeitou a acusação e disse que o delator que ajuda a sustentar a ação do Ministério Público, o ex-presidente da UTC Engenharia Ricardo Pessoa, está mentindo.

 

COTAÇAO POLÍTICA

O dólar comercial iniciou os negócios desta terça-feira com desvalorização ante o real. Entretanto, o comportamento foi invertido e a moeda passa a operar com alta de 0,83%, negociada a 4,116. O que pesa para esta volatilidade continua sendo o noticiário político. Como tem ocorrido recentemente, as notícias relacionadas a eleições fazem com que o comportamento do mercado mude repentinamente. Por sua vez, o Ibovespa, principal índice do mercado acionário brasileiro, opera com leve alta de 0,23%, aos 77.744 pontos.

 

FRASE DO DIA

 

“Desde já, gostaria de frisar que a função da Corregedoria Nacional de Justiça continuará sendo marcada pela difusão de um valor que foi muito caro aos meus antecessores e que para mim é incontornável: o compromisso com a transparência. Esse compromisso se expressa na necessidade de fazer com que os magistrados estejam mais próximos da sociedade, para que o cidadão possa conhecer o seu juiz”, disse

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *