Congresso Nacional tem corredores vazios após recesso. Confira essa e outras notícias na Coluna do JPM desta quarta (01)

PLENÁRIO VAZIO

Nesta quarta-feira (1º), primeiro dia de trabalho após o fim do recesso parlamentar, até às 11h da manhã. apenas nove dos 513 deputados haviam registrado presença na Câmara dos Deputados.No Senado, os corredores também estão completamente vazios e na agenda da Casa não há nenhuma sessão convocada, reunião de comissão permanente ou temporária agendada

AINDA SEM VICE

O pré-candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles está em busca de uma mulher para ser vice.  Ele deve apresentar cinco diretrizes do programa de governo na convenção do partido, nesta quinta-feira (02), em Brasília. Meirelles destacará como prioridades investimentos em educação, saúde e segurança pública.

 

 

NOVA MP

O presidente Michel Temer assinou na noite desta terça-feira, 31, a medida provisória que permitirá a manutenção até o fim do ano do desconto do óleo diesel negociado pelo governo federal com os caminhoneiros no fim de maio, para encerrar a paralisação da categoria. A nova MP restringe a “subvenção econômica” à comercialização de óleo diesel “rodoviário”

 

Foto: O Estadão

OPINIÃO

“Gostaria de afirmar que, neste tempo de grandes preocupações para nós, brasileiros, de grandes dificuldades, mas também de possibilidades, eu desejo que nós todos, como cidadãos, como juízes, sejamos cada vez mais como temos sido e nos encaminhado, responsáveis nas nossas competências com o Brasil, prudentes nas nossas decisões e, principalmente, comprometidos entre nós com um País no qual o Estado de Direito prevaleça, uma vez que é absolutamente inaceitável qualquer forma “de descumprimento  afirmou a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia;

 

 

“Michel Temer cancelou duas viagens internacionais, uma para a Colômbia e outra para o Paraguai, para evitar que os presidentes da Câmara e do Senado também tivessem que sair do País, por causa da legislação eleitoral”

 

 

NOVIDADE

Pela primeira vez, eleitores transexuais e travestis terão seu nome social impresso no título de eleitor e no caderno de votação das Eleições 2018, informa o TSE.Ao todo, 6.280 pessoas fizeram essa escolha ao se registrar ou atualizar seus dados na Justiça Eleitoral — a maioria em São Paulo (1.805 pedidos), em Minas Gerais (647) e no Rio de Janeiro (426).No exterior, cinco eleitores brasileiros também optaram por usar o tal nome social.

 

FINANCIAMENTO

CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou, nesta terça-feira (31), um conjunto de medidas para estimular o crédito habitacional. Segundo técnicos do governo, uma delas é o aumento do valor máximo do imóvel que poderá ser financiado com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Atualmente, esse tipo de financiamento é limitado a R$ 950 mil nos Estados de Minas Gerais, Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro, e R$ 800 mil nas demais unidades da federação. Nos dois casos, o teto passará para R$ 1,5 milhão.

 

ELEIÇÕES

O Tribunal Superior Eleitoral disse que 147 milhões de eleitores estão aptos a participar da escolha de deputados, senadores, governadores e do presidente da República no próximo dia 7 de outubro. De acordo com o TSE, houve crescimento de 3,14% em relação às últimas eleições gerais, de 2014. Ainda segundo o TSE, 1.409.774 eleitores não poderão participar da eleição e nem se candidatar porque estão com direitos políticos suspensos. Outro dado apresentado foi a redução de 14,53% no número de jovens de 16 e 17 anos, cujo voto é opcional. As informações apontam, ainda, que as mulheres continuam sendo maioria do eleitorado, 52,5%