Desembargador Márcio Vital defende a importância do voto e serve de exemplo para o país

Da Redação

 

Repercutiu de forma positiva em Brasilia a declaração do desembargador Márcio Vidal, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, chamando a atenção para a importância da participação do cidadão no processo politico.Em audiência publica realizada nesta sexta-feira(20) pelo TRE no município de Barra do Garças (a 520 quilômetros de Cuiabá-MT), o magistrado afirmou que ”você pode não gostar de determinado tipo de música, pode não gostar de futebol, mas é impossível virar as costas para a política. Você pode não gostar da politicagem, é óbvio que ninguém gosta. Mas na política é preciso se envolver. Todos nós precisamos de saúde pública de qualidade, segurança pública, ruas e praças limpas, instituições eficientes. E para que tudo isso funcione bem, é preciso participar da vida política do seu país. A política é célula vital da convivência em sociedade”,

Conforme apurou a reportagem do Direto de Brasilia, fontes do TSE consideram que o desembargador tem servido de referência para o pais, que passa por uma crise politica sem precedentes, provocada por tsunami político-judicial .Ao alertar o cidadão sobre a importância do voto, Marcio Vital mostra com clareza que a sociedade  apesar de estar revoltada diante dos  escândalos de corrupção , precisa reagir. ”As pessoas pensam que democracia é apenas votar. Nunca. A democracia representativa é apenas uma fase do processo. Implica em nutrir e conviver com ideias divergentes; implica na transparência das instituições públicas; no controle social sobre os órgãos públicos; e tudo isso implica em cidadania plena. Nós não exercemos a cidadania, não exercemos controle social, viramos as costas para a política. E o Brasil se transforma nisso que estamos vendo.

O controle não é responsabilidade só do Tribunal de Contas, é de cada um de nós. Hoje todos temos um telefone que grava fotos e vídeos, qualquer um pode fiscalizar obras públicas. Mas não fazemos isso. Ficamos esperando um salvador da pátria para resolver nossos problemas. Isso não existe. A nossa pátria só será salva com nossas próprias ações. Outras nações, hoje de 1º mundo, já passaram pelo que o Brasil está passando, mas eles reagiram e reduziram os índices de corrupção a patamares muito baixo. Isso só aconteceu porque a população tomou as rédeas do Estado”, disse, concluindo que a corrupção toma conta dos espaços onde há ausência de cidadania.

O cuiabano Marcio Vital vem ganhando espaço no panorama politico do país , haja vista que em suas palestras busca conscientizar o cidadão sobre a importância de combater a corrupção por meio do voto, Pela sua analise, a indignação deve servir para proporcionar a renovação da classe politica .Ele deixa bem claro que  ao final das contas, as pessoas sabem que o próximo presidente  e os representes do Congresso Nacional vão impactar a vida delas