Otimismo de Temer e soltura de Garotinho são os destaques da coluna de João Pedro Marques desta quinta-feira

Temer diz esperar aprovação muito maior até maio

Após a divulgação da Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que mostra que a aprovação do governo está em 6% (ótimo/bom) e a reprovação, em 74% (ruim/péssimo), pensando nas eleições de 2018, Temer disse ter plena certeza que os números vão melhorar até maio. Na ultima pesquisa realizada, em setembro, o presidente obteve a aprovação de 3% do eleitorado.

Dodge pede bloqueio de R$4 milhões de Aécio Neves

Com o objetivo de garantir recursos para eventual pagamento de indenização e multa caso os dois sejam condenados pelos crime de corrupção, procuradora-geral da República, Raquel Dodge, reiterou nesta quarta-feira (20) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido de bloqueio de R$ 4 milhões em bens do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e de sua irmã, Andrea Neves.

Maia quer que Câmara decida sobre prisão de Maluf

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (20) que, no entendimento dele, caberá ao plenário da Casa decidir sobre a perda do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP). Maluf foi preso nesta quarta-feira por determinação de Luiz Edson Fachin, acusado de lavagem de dinheiro enquanto era prefeito de São Paulo, entre 1993 e 1996. Na condenação, o colegiado determinou que o cumprimento da pena deve ser em regime fechado.

 “Saidão”

O Supremo determinou nesta quarta-feira a soltura do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR) e o ex-ministro dos Transportes do governo Dilma, Carlos Rodrigues, presidente do partido. Ambos são investigados por crimes de corrupção, concussão, organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. Segundo a denúncia, utilizaram de contatos no frigorífico JBS para obter recursos via caixa dois para a campanha do carioca. Para o STF, considerou que a Justiça Eleitoral  não indicou nenhuma conduta atual de Garotinho que revele tentativa de cometer novos crimes, prejudicar a investigação ou fugir, condições para decretar uma prisão preventiva. Ambos devem ser liberados nesta quinta-feira.

Padilha afirma que privatização da Eletrobrás já esta pronta

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que o projeto de privatização da Eletrobras está pronto para ser enviado ao Congresso Nacional, o que pode acontecer ainda este ano, até sexta-feira. A redução da participação da União na estatal será feita por emissões de ações. A Eletrobras venderá ações da empresa e, assim, diluirá o tamanho do governo na empresa. A ideia do governo é aprovar o projeto no Congresso e viabilizar a privatização da Eletrobras ainda em 2018.

Temer passará presidência do Mercosul ao Paraguai

O presidente Michel Temer receberá hoje em Brasília os líderes dos países que compõem o Mercosul para a 51ª Cúpula do bloco econômico. A expectativa é que compareçam os presidentes Mauricio Macri (Argentina), Horacio Cartes (Paraguai), Tabaré Vázquez (Uruguai). Evo Morales (Bolívia) e David Granger (Guiana), além de representantes de Chile, Colômbia, Equador, Peru e Suriname. Durante a reunião, Temer passará a presidência do bloco ao colega paraguaio, Horacio Cartes.

Planejamento anuncia liberação de R$5 bi para ministérios

O Ministério do Planejamento anunciou a liberação de R$ 5 bilhões para gastos dos ministérios e órgãos públicos federais. Ainda assim, R$ 19,6 bilhões do Orçamento deste ano permanecem bloqueados a fim de garantir o cumprimento da meta fiscal aprovada para 2017. Com base na arrecadação já realizada até novembro, o governo aumentou a previsão de receitas líquidas (recursos de tributos e contribuições federais, descontadas as transferências constitucionais) em R$ 436,9 milhões. O ministro Dyogo Oliveira afirmou que do total liberado, a maior parte (R$ 3,69 bilhões), será destinada às despesas de custeio e funcionamento de órgãos do Executivo Federal.

Deputado da tatuagem denunciado

Após perder o cargo de deputado federal, acusado de abuso de poder econômico e gastos ilícitos na campanha eleitoral de 2014 nesta terça-feira, Wladmir Costa (SD-PA) foi denunciado pela PGR na quarta-feira por peculato, supostamente praticado sobre emendas de cerca de R$230 mil que deveriam financiar projetos esportivos no estado.

Maia reage a veto ao aumento da contribuição previdenciária

Maia disse que a decisão liminar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo, que suspendeu a tramitação da Medida Provisória 805/2017, pode provocar queda dos valores previstos no orçamento da União para investimentos pelo governo federal. A MP prevê o aumento da contribuição previdenciária para servidores públicos federais e suspendia o reajuste da categoria até 2019. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que caso a medida seja mantida pelo plenário do STF, a equipe econômica terá que pensar em alternativas para controlar as despesas e compensar o aumento de gastos.

Frase do Dia

“Eu fico impressionado como, neste ano e meio de governo, nós desenterramos tantas coisas que estavam paralisadas. [Coisas] sobre as quais os governos não tinham nenhuma coragem, não tinham ousadia de praticar o ato. Não vou relacionar aqui tudo aquilo que foi feito, mas me cinjo à reforma do ensino médio”, Presidente Michel Temer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *