Grupo Rede de Mídias vence importante prêmio do agronegócio

Na categoria impresso, a equipe da RDM Rural foi premiada com a reportagem “A semente que apaixonou o mundo”

 

Por Isa Ramos
Da Reportagem

 

A equipe de reportagem do Grupo Rede de Mídias esteve entre os vencedores do 1º Prêmio Café Brasil de Jornalismo 2017, realizado pelo Conselho Nacional do Café (CNC) em parceria com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e a Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha (Minasul).

A primeira edição teve como tema “A importância das cooperativas na sustentabilidade da cafeicultura brasileira”. Na categoria impresso, a equipe da RDM formada por Ricardo Padue, Cris Nascimento e Hulda Rode alcançaram o honroso segundo lugar.

Capa da publicação premiada.

O conteúdo publicado na Revista RDM Rural destacou que uma das fontes de prosperidades no setor cafeeiro consiste por meio da atividade cooperativista, formada por mais de 280 mil produtores nas cinco regiões do Brasil. Um trabalho coletivo valoriza e possibilita maior rentabilidade a quem vive do café.

Hulda Rode e o presidente do CNC Silas Brasileiro. Foto: Isa Ramos/ Grupo Rede de Mídias

Para o diretor editorial do Grupo Rede de Mídias, João Pedro Marques, esse prêmio é o resultado do esforço coletivo da equipe de Brasília, comandada pela editora Isa Ramos, que diariamente incentiva os profissionais a desenvolver um jornalismo sério, com informação e credibilidade.

A cerimônia de premiação foi realizada na sede da OCB no dia 5 de dezembro e contou com a presença de autoridades e empresários do setor cafeeiro. Doze jornalistas foram agraciados nas categorias: impresso, televisão, rádio e online.

O presidente do CNC, deputado Silas Brasileiro, destacou o trabalho realizado pelos profissionais de imprensa que contribuíram com inteligência e altruísmo da cultura mais social de nosso país: o café. “São mais 330 mil produtores de café, 85% de pequenos produtores, estamos em 1.956 municípios dessa nação e representamos US$ 6 bilhões de dólares da nossa balança comercial. Agradecemos aos 57 jornalistas dos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal, que concorreram e pudéssemos chegar a estar momento tão especial a realização deste concurso inédito na área da cultura do café”.

Confira a seguir a íntegra da edição em que foi publicada a matéria agraciada com o prêmio.

Ed. 08

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *