MP-RJ pede a transferência de Garotinho por ‘risco à integridade física’

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu nesta sexta-feira (24) a transferência do ex-governador Anthony Garotinho da cadeia José Frederico Marques, em Benfica, para outra unidade prisional. O documento, assinado pela promotora Márcia Vieira Piatigorsky, afirma que permanecer em Benfica pode representar riscos à integridade física de Garotinho.

Garotinho diz ter sido agredido no presídio com um porrete e afirma, ainda, que chegaram a apontar uma arma para ele. Agentes da Seap, porém, dizem que ele se autolesionou. De acordo com o ex-governador, a cela em que está foi invadida na madrugada — mas não se sabe por quem. Após o relato, ele foi levado para prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso).

No texto, o MP afirma que investigados pelas operações Calicute, Lava Jato, Fratura Exposta, e C’est Fini, como o ex-governador Sérgio Cabral, estão em Benfica. “Desses réus, muitos deles tornaram-se notoriamente conhecidos por formarem a chamada Gangue dos Guardanapos –cujas fotos foram amplamente divulgadas no conhecido blog do Garotinho–, sendo integrantes de organização criminosa oriunda do partido político PMDB e conhecidos inimigos do casal Garotinho”, diz o texto.

Com informações do G1.