Justiça impede que motoristas bloqueiem distribuição de combustíveis no DF

A Justiça impediu a manifestação de motoristas de aplicativos e consumidores que pretendiam bloquear o abastecimento de postos de combustíveis no Distrito Federal, como forma de protestar contra a alta nos preços. O movimento tinha a intenção de impedir a saída dos produtos da Transpetro, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Porém, a Petrobras e uma empresa de combustíveis recorreram ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e tiveram seus pedido de liminar acolhidos.

As decisões, proferidas pelo tribunal no fim da noite de quarta-feira, foram contra a Associação dos Motoristas Prestadores de Serviços de Transporte Individual Público e Privado de Passageiros por Aplicativos Baseado em Tecnologia de Comunicação em Rede no Distrito Federal (AMSTIP-DF).

Em uma das decisões, a Corte do DF destacou que seria alvo do bloqueio também é base de distribuição para diversos órgãos de segurança pública do DF, como as Polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros e Forças Armadas. Hospitais e transporte público também seriam afetados com o movimento. A gasolina no Distrito Federal varia de R$ 3,99 a R$ 4,14.

Com informações do Correio Braziliense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *