Confira os principais destaques nos noticiários desta terça-feira (31)

Economia é o assunto central em três dos quatro mais importantes jornais brasileiros desta terça-feira (31). Abrindo o quadro, O Globo relata que o governo espera arrecadar R$ 30 bilhões com concessões em 2018; Valor Econômico informa que a Caixa Econômica vai passar por reestruturação para aumentar capital; O Estado de S.Paulo reporta que o governo cortou reajuste e aumentou a contribuição previdenciária dos servidores federais; e Correio Braziliense destaca que a polícia prendeu quadrilha que fraudava concursos públicos.

Governo espera R$ 30 bilhões com concessões em 2018

O governo espera arrecadar ao menos R$ 30 bilhões com uma série de concessões programadas para 2018, como a venda da Eletrobras, de blocos de exploração de petróleo e leilões de rodovias e ferrovias, informa O Globo. Outras chamadas: Brasil tem 7 mortes violentas por hora e plano que não sai do papel; Ex-assessores de Trump são presos; Líder afastado da Catalunha se refugia na Bélgica.

Caixa vai passar por reestruturação para aumentar capital

Com estoque de capital perto do limite prudencial, a Caixa Econômica Federal vai passar por processo de restruturação que incluem venda de carteiras de crédito, atuação em nichos lucrativos, como crédito imobiliário para classe média e grandes corporações, entre outros, afirma o Valor. Outros destaques: LyondellBasell tem oferta pro Braskem; Contrato de honorário pode ser protestado; Governo ganha margem maior em ano eleitoral.

Governo corta reajuste e aumenta contribuição previdenciária de servidores

O governo enviou ao Congresso a nova versão do Orçamento de 2018 com adiamento do reajuste dos servidores federais para 2019 e aumento na contribuição previdenciária, cuja alíquota passa de 11% para 14%, relata O Estado. Outras chamadas: País tem recorde de morte violenta: 7 por hora; Abin poderá atuar contra ‘fake news’; Assessor de Trump faz delação sobre caso Rússia.

Polícia prende quadrilha que fraudava concursos públicos

A Polícia do Distrito Federal e de Goiás prendeu uma quadrilha que fraudava o ingresso em concursos públicos, reporta o Correio. As investigações apuram se também havia atuação em faculdades e até no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Outros destaques: Assalto, tiro e pânico no shopping; Prédios sob risco de demolição; Governo congela reajuste e fará concurso em 2018.

Bolsa cai e dólar sobe

O Ibovespa recuou 1,55%, aos 74.800 pontos. O volume negociado foi de R$ 8 bilhões. O dólar subiu 1,21%, para R$ 3,2.

Por Agência Abinee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *