Janot diz que não foi chamado para posse de nova procuradora-geral

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não irá à cerimônia de posse de sua sucessora, Raquel Dodge, marcada para as 8h de segunda-feira (18). Sua assessoria informou ao jornal Folha que ele não foi convidado.

A solenidade será realizada na sede da PGR (Procuradoria-Geral da República) e terá a participação do presidente Michel Temer, responsável pela nomeação da nova chefe do Ministério Público Federal.

Procurada, a assessoria de Dodge disse “que o cerimonial da PGR, sob a atual gestão, informou que enviou convites eletronicamente para o procurador-geral e todos os sub-procuradores-gerais”. Não haveria como saber, porém, se ele viu o e-mail.

Segundo a assessoria, a nova procuradora-geral disse que se encontrou na noite desta sexta (15) com Janot e “reiterou o convite para a posse”.

Em setembro de 2013, quando Janot tomou posse, seu antecessor, Roberto Gurgel, compareceu à cerimônia.

Na última semana, Dodge visitou ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) para entregar a eles convites impressos. Segundo a assessoria da futura procuradora-geral, o padrão do cerimonial da PGR é imprimir alguns poucos convites para autoridades de fora e, internamente, enviá-los por meio digital.

Nesta quinta-feira (14), Janot denunciou o presidente Temer ao STF sob acusação de chefiar organização criminosa –o “quadrilhão” do PMDB– e obstruir a Justiça.

 

Com informações de Reynaldo Turollo Jr., do jornal Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *