Nova reforma da Previdência caminha para aprovação na CLDF

Nem tanto ao mar nem tanto à terra. A costura do terceiro projeto para reformar a previdência dos servidores públicos ligados ao Governo do Distrito Federal é o meio do caminho entre o Palácio do Buriti e a Câmara Legislativa, que pode arrefecer os ânimos entre Executivo e Legislativo. Tanto que, na noite desta quinta-feira (14/9), já havia votos de distritais suficientes para aprovar o texto.

O desenvolvimento desse novo projeto teve a participação de deputados governistas, da oposição e de técnicos, tanto da CLDF quanto do Buriti. Embora o texto não atenda integralmente aos anseios do GDF — e deve passar por ajustes nos próximos dias —, avança em relação ao impasse que travou as relações entre os dois Poderes.

Como são necessários 13 votos para aprovar a medida, a tendência é de que essa nova versão seja aprovada na votação marcada para a próxima terça-feira (19/9), no plenário da CLDF.

Por ora, há oito votos certos pela aprovação: Agaciel Maia (PR), Chico Vigilante (PT), Ricardo Vale (PT), Joe Valle (PDT), Cristiano Araújo (PSD), Bispo Renato (PR), Robério Negreiros (PSDB) e Juarezão (PSB). Os outros cinco distritais que estão inclinados a endossar a matéria são: Lira (PHS), Luzia de Paula (PSB), Telma Rufino (Pros), Rodrigo Delmasso (Podemos) e Chico Leite (Rede), a depender dos debates nos próximos dias.

Com informações do Metrópoles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *