Câmara dos Deputados adia a votação da reforma política

Por Rita Frazão com supervisão de Isa Ramos

Na tentativa de um acordo da alteração de texto base na apreciação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/2003, a votação da reforma política foi adiada mais uma vez na última terça-feira (13).

Após um pouco mais de cinco horas de debates na sessão, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), suspendeu a conversa por falta de quórum.

Ainda na mesma sessão, os deputados tentaram incluir na votação a análise fatiada dos itens, como ficou definido no último encontro em que apreciaram o tema pautado.

A PEC precisa ser analisada em dois turnos e obter 3/5 dos deputados. Para ser aprovada, então, a proposta precisa atingir 308 votos favoráveis dos parlamentares.

A validação precisa ser consentida pela Câmara e pelo Senado até o início de outubro para as mudanças já serem aceitas nas eleições do ano que vem.

Com informações da Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *