Inflação da construção civil cai em relação a julho

A inflação da construção civil encerrou agosto em 0,23%, abaixo da registrada em julho, divulgou hoje (6) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar da queda, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) manteve um valor acumulado próximo ao do mês passado, somando 4,24% em 12 meses.

Em julho, a inflação da construção civil havia sido de 0,58%. Somado ao dos 11 meses anteriores, o resultado acumulado era de 4,25%.

De julho para agosto, o custo nacional da construção civil subiu de R$ 1.052,75 por metro quadrado para R$ 1.055,18. Os materiais de construção respondem por R$ 537,12 desse valor e tiveram uma queda de 0,4% em relação a julho.

A mão de obra, por sua vez, custou em média R$ 518,06 em agosto de 2017. Frente a julho, houve uma alta de 0,6%.

Nos últimos 12 meses, a mão de obra concentra a maior parte do aumento de preços na construção civil, com 6,98% de aumento, enquanto os materiais de construção variaram 1,77%.

Dados regionais

A Região Norte foi a única que teve deflação no Sinapi, com queda de 0,03% em relação a julho – mês que já havia caído 0,18%.

A maior inflação foi verificada no Nordeste, onde o índice teve uma alta de 0,56%. Sudeste (0,05%), Sul (0,1%) e Centro-Oeste (0,41%) também tiveram aumentos no custo da construção.
Responder – Responder a todos – Encaminhar – Mais ações

Com informações da Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *