GDF já gastou R$ 27,7 milhões em viagens este ano

Em meio à crise financeira, que quase levou o Executivo a fatiar os salários dos servidores este mês, o Governo do Distrito Federal (GDF) gastou, durante os primeiros oito meses de 2017, em diárias, passagens e despesas com locomoção, mais que em todo o ano anterior. Os dados do Portal da Transparência mostram que, até o dia 23 de agosto deste ano, foram desembolsados exatos R$ 27.766.396,99. O montante é maior que o valor liberado para o mesmo fim nos 12 meses de 2016 — R$ 27,2 milhões.

O aumento dos gastos vai na contramão do discurso de austeridade que o Buriti vem pregando. Em fevereiro de 2016, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) determinou a redução desse tipo de despesa por meio do Decreto nº 37.121. A resolução proíbe as pastas de assumirem compromissos que impliquem em desembolsos com “passagens aéreas, diárias de hotéis, participação de cursos, congressos, seminários e afins”.

No entanto, os dados divulgados trazem valores altos, que chamam atenção. Há gastos com passagens e com viagens dentro do país da Secretaria de Saúde que chegam perto de R$ 1 milhão. Valores como R$ 835.074,98; R$ 424.366,08; R$ 202.613,32 e R$ 100.004,52 aparecem na lista publicada pelo Portal da Transparência. Procurada pela reportagem, a pasta afirmou que essas despesas são para o transporte de pacientes inscritos no programa de Tratamento Fora de Domicílio.

Com informações do Metrópoles. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *