Renan propõe CPI dos supersalários e diz que Janot é ‘típico caso de esquizofrenia’

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que apresentará nesta quarta-feira, 30, um requerimento propondo a criação de uma CPI para investigar os supersalários no Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e estatais. Investigado pelo Ministério Público, Renan classificou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, como “um típico caso de esquizofrenia” e engrossou o coro dos que comemoram a saída dele do cargo, no dia 17 de setembro.

“Depois que o Senado rejeitou seus três nomes para o Conselho Nacional do Ministério Público, Janot aloprou”, disse o senador. “Agora, vai lançar um livro para explicar o caso JBS”, ironizou, numa referência à delação de Joesley Batista, que veio à tona em 17 de maio.

Na sexta-feira passada, 25, o procurador-geral da República denunciou Renan e outros quatro líderes do PMDB por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. “Há um exagero nessa coisa de corrupção sistêmica, de apresentar prestação de contas (de campanha) como comprovação de propina”, minimizou o senador.

Com informações do Estadão Conteúdo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *