‘Brasília não ouvirá mais a palavra crise’, diz Rollemberg sobre mudanças na previdência

Durante a entrega do projeto de lei para unificar os fundos de previdência dos servidores públicos à Câmara Legislativa do Distrito Federal, nesta quarta-feira (24), o governador Rodrigo Rollemberg afirmou que “se ele for aprovado, Brasília não ouvirá mais a palavra crise [instaurada no DF desde 2015]”. A expectativa é de que a Casa vote a medida até a próxima terça (29).

O presidente da Câmara, Joe Valle (PDT), disse que o assunto é “polêmico”, e que será preciso “construir consenso entre servidores”. Ele apontou que a Casa vai se debruçar sobre o assunto e que, nesta quinta (24), se reunirá com os principais representantes dos sindicatos. Para a aprovação do texto-base da lei, bastam 13 votos.

Entre as propostas presentes no projeto de lei, está a medida que limita a aposentadoria para os servidores que ingressarem no funcionalismo público após a aprovação do texto-base.

 

Com informações do Portal G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *