Pedro Taques cumpre agenda em Brasília

Por Hulda Rode

Da Reportagem

 

O governador do Estado de Mato de Grosso, Pedro Taques, esteve em reunião, no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (23) com o presidente da República, Michel Temer, e ministros de Estado, Eliseu Padilha (Casa Civil) e Antonio Imbassahy (Relações Institucionais) para discutir a retomada das obras de pavimentação da BR-242, a renegociação de dívidas da Conab e os investimentos em ferrovias.

A pavimentação asfáltica da rodovia BR-242 vai beneficiar o escoamento da produção de 30 municípios mato-grossenses, além de garantir melhorias em infraestrutura, e segundo o governador o diálogo com Temer foi para que a autorização do licenciamento ambiental pelo IBAMA seja feita por de uma delegação.

Em relação ao pagamento de dívidas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Pedro Taques mostrou-se otimista. A dívida deverá ser quitada por meio do programa de recuperação de créditos fiscais (Refis) e cerca de um R$ 576,6 milhões serão devolvidos aos cofres de Mato Grosso.

A Conab nos deve ao Estado de Mato Grosso um valor significativo, e a Conab tem interesse de aderir ao Refis, que é refinanciar a sua dívida com o Estado de Mato Grosso. Para nós é muito bom, isso porque, nós teremos dinheiro em caixa”, disse.

No encontro, o ministro Antônio Imbassahy se mostrou favorável ao pleito e ficou acordado que Advocacia-Geral da União (AGU) fará uma última análise para iniciar as negociações para o parcelamento e pagamento.

 

Ferrovias

Já o presidente da Frente Parlamentar da Agricultura, Nilson Leitão, cobrou o andamento das obras na Ferronorte, pois o tema já está sendo discutido com os governadores Pedro Taques e Geraldo Alckmin (SP). “Estamos aguardando a renovação da malha paulista. Somente com ela renovada poderá motivar os investidores a investir esses recursos para ampliar essa linha férrea dentro do Estado de Mato Grosso”.

No mês de setembro, uma missão internacional chefiada por Michel Temer será enviada à China para discutir a construção da Ferrovias, como a de Integração Centro-Oeste, que parte do trecho da Ferrovia Norte Sul, em Anápolis (GO), chegando a Lucas do Rio Verde (MT). São mais de 900 quilômetros em território mato-grossense. O projeto faz parte de um protocolo de intenções assinado entre Brasil e China no início desse ano, cujos estudos técnicos já estão em andamento.

Pedro Taques confirmou o convite realizado pelo presidente para integrar a comitiva até a China, a resposta só o tempo dirá. “Ainda estamos decidindo se iremos ou não, com a comitiva ou em outra oportunidade”, explicou.

Confira a reportagem em vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *