Após reforma, Memorial Esperança Garcia será reaberto

O Memorial Zumbi dos Palmares, que agora passa a se chamar Esperança Garcia, ganhou ampla reforma e modernização e será reaberto na próxima terça-feira (25). Além de adequação das salas para funcionamento de várias oficinas, o local servirá como ponto de visitação e referência da cultura negra. O muro também está sendo grafitado com frases e fotos de grandes personalidades.

O espaço passou por reforma, a exemplo do que aconteceu com as outras casas da Secretaria Estadual de Cultura (Secult) que já foram entregues, e ganhou também acessibilidade com rampas na entrada principal e no palco. Foram feitas melhorias na parte elétrica, no muro, piso e climatização. Os muros estão sendo grafitados dentro e fora do espaço com fotos de Nelson Mandela, Malcom X, Martin Luther King, Francisca Trindade, Julião Romão, entre outros.

“Pra nós que fazemos a cultura negra é um orgulho muito grande, o memorial além de promover a cultura também passa a ser um importante espaço de oficinas de dança, música e culinária”, conta a coordenadora do Memorial Esperança Garcia, Antonia Aguiar. O local também recebeu sala de inclusão digital com dez novos computadores, sala para exibição de filmes e espaço para realização de apresentações culturais.

O novo nome do espaço faz homenagem à Esperança Garcia, escrava piauiense que viveu na região de Oeiras no século XVIII. Aprendeu a ler e a escrever com os padres jesuítas e escreveu uma carta ao governador da província denunciando os maus tratos que sofria. Na entrada do memorial, a imagem de Esperança Garcia foi grafitada junto com o texto da sua carta original. A obra custou R$ 104 mil do tesouro estadual e foi feita sob os cuidados da equipe da Coordenação de Registro e Conservação da Secult.

fdbc56400cbd4bbf860ffe98bd4503dd

f107f2e2d91c0886a1b33adfbf6902da

Com informações do Cidade Verde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *