Lava Jato recuou em investigações contra Aécio, Jucá e Pimentel; veja casos

Um relatório da Polícia Federal divulgado na quarta-feira (9) isentou o senador Aécio Neves (PSDB) de ter influenciado a manutenção de um diretor na chefia da hidrelétrica de Furnas. A acusação partiu de acordos de delação premiada na Lava Jato.

Não foi a primeira vez que apurações da PF e do Ministério Público Federal levam à suspensão de inquéritos, contradizendo os depoimentos de delatores.

A Polícia Federal tem afirmado que falhas nas delações da Odebrecht, conduzidas pela Procuradoria-Geral da República, dificultam e comprometem as investigações. A instituição diz que há, por exemplo, exagero no número de delatores e faltam documentos que que comprovem as narrativas.

Com informações da Folha de S. Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *