Meirelles: queda do desemprego é efeito da políticas sobre o mercado

O IBGE apontou alta real de 3% no rendimento médio no segundo trimestre deste ano ante igual período do ano passado

 

A nova queda na taxa de desemprego no país já é um efeito positivo da política econômica sobre o mercado de trabalho, afirmou nesta sexta-feira (28/7) o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Ele usou seu perfil no Twitter para comemorar o recuo da taxa a 13% no segundo trimestre do ano, após ficar em 13,7% nos três primeiros meses de 2017.
“Os dados do IBGE mostram que desemprego recuou pelo terceiro mês seguido em junho, efeito da política econômica sobre o mercado de trabalho. A criação de novas vagas de trabalho deve se intensificar ao longo do segundo semestre, com a retomada da atividade econômica e confiança”, disse Meirelles.
Em relação ao primeiro trimestre, o país ganhou 1,289 milhão de novos postos de trabalho, segundo o IBGE. Mas o mercado informal foi o maior contratante, uma vez que os postos com carteira assinada caíram no período.
Os dados ainda mostram melhora nos salários em relação a junho de 2016, destacou o ministro. O IBGE apontou alta real de 3% no rendimento médio no segundo trimestre deste ano ante igual período do ano passado.
“Os ganhos acima da inflação trazem expansão da renda das famílias”, comemorou. “Essa dinâmica ajudará a retomada do consumo das famílias, do investimento e de novas contratações por parte das empresas”, completou Meirelles.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *